0. Manuel d’Deslivres&d’Anse de 23 de Abril, de Cervantes, de Shakespeare, dos Livros… e de Alvaro García de Zúñiga

23 de Abril, 21h00 – na Rua das Gaivotas nº6, ao Conde Barão, em Lisboa  Manuel d’Deslivres&d’Anse de 23 de Abril de Cervantes, de Shakespeare, dos Livros… e de Alvaro García de Zúñiga Manuel d’Deslivres&d’Anse é uma peça de Alvaro García de Zúñiga e dos seus Manuéis FR   EN  O dia internacional do livro começou por ser celebrado, na Catalunha,

1. Alvaro García de Zúñiga

Sem ter nunca dito uma única palavra Alvaro Garcia de Zúñiga disse tudo : nada.

2. about blablaLab

blablaLab é um laboratório de linguagens que funciona a nível internacional com artistas e profissionais de diferentes áreas.

4. MatArAZZo – Alvaro : Manuel – AGZ de A a Z

Alvaro García de Zúñiga na Cidade Matarazzo S. Paulo – 6 de Setembro a 11 de Outubro 2014     Alvaro García de Zúñiga, nasceu em Montevideo no dia 17 de Janeiro de 1958, teve um percurso singular e múltiplo; deixou-nos em legado uma obra imensa. Viveu em Montevideo, no Rio de Janeiro, em Buenos Aires, Santiago

3. Manuel & Manuel Manuel de Leitura

“Manuel” terá também uma versão literária, está a ser publicada actualmente: não percas o teu, encomenda já o teu exemplar!

5. Manuel trilogy

Programa de teatro radiofónico/ arte acústica escrito por Alvaro García de Zúñiga, tradução de Leopold von Verschuer. Realizado por AGZ e Hein Brhül produzido pelo Studio Akustische Kunst da WDR em 2003 e 2004

6. Manuel sur Scène

Desde 2008 Manuel dedica-se a estar em cena. Tornou-se Manuel em cena (Manuel sur Scène) um verdadeiro manual em cena de geometria variável.

7. Manuel

Manuel nasceu no ano 2000 para a primeira (e única) bienal de arte contemporânea de Oeiras, foi o

8. Manuel de irradiação iRádio-acção!

“E assim, irradiado e atomizado pelo cogumelo da ilha, Manuel vê explodir o último sobrevivente de Hiroshima, do bombardeamento de Dresden, de Estalingrado, de Anzio, Monte Cassino, depois veria desaparecer o último sobrevivente da segunda guerra, e uma geração, e uma página de história.”